Quem sou eu

Analista e desenvolvedor de software sênior, com especialização em Gerência de Projetos pela PUCRS (2014).

Formado em Publicidade e Propaganda pela UFRGS em 2005 e em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pelo SENAC em 2011.

 inconsistentdesign-9[1]hp-logo-480x480[1]   IBM-Logo[1]
transamerica_416x416[1]logo_dana[1]
Algumas empresas que já atendi

Comecei brincando de fazer páginas em 1997, numa época em que HTML era suficiente. Lá por 2005 eu já tinha assumido meu lado Publicitário não-praticante e comecei a programar em Java, mas sempre mantive o ambiente web como meu front end.

Em 2008, ao chegar ao final do desenvolvimento da versão corrente do produto HP Virtual Connect Enterprise Manager, participei também da equipe de documentação técnica que escreveu o manual do produto devido à minha, modéstia à parte, excelente redação na língua inglesa.

Em 2010 eu trabalhava para a Dell e fui nomeado líder do time de desenvolvimento para o projeto de L10N da base de conhecimento para suporte técnico da linha de produtos da empresa.

De 2013 a 2015, trabalhando para uma financeira americana, liderei um pequeno time no desenvolvimento do componente de UI de um projeto grande e ambicioso de integração entre várias empresas do grupo. Não posso entrar em detalhes do projeto, mas desempenhei várias funções de gerência de projetos, desde a criação da estrutura analítica do projeto (WBS) até distribuição das tarefas, cronograma, acompanhamento e status reports com a alta gerência. Inicialmente a expectativa era de um projeto curto, então eu o conduzi no modelo cascata, mas conforme o escopo só aumentava, ao concluir os requisitos iniciais adotei a metodologia ágil SCRUM, o que permitiu lidar com as constantes mudanças de forma bem mais dinâmica. Ao final, o projeto que deveria durar dois meses levou cerca de um ano e meio, devo dizer, devido aos requisitos do cliente que constantemente faziam aumentar o escopo. Nosso pequeno time cresceu e conseguimos manter o projeto on track até o final, apesar de tudo.

Só há três coisas inevitáveis na vida: a morte, os impostos e a certeza de que o escopo vai mudar.

Nessa época passei a integrar o comitê de browser standards do cliente, e ajudei-os a desapegar de peças de museu como o IE8 e alguns modelos já obsoletos de smartphones, passo fundamental para o sucesso do projeto seguinte, converter o home bank deles para layout responsivo, no qual também desempenhei um papel crucial.